18.9.07

Voltando...

Ai, me desculpem por tanto tempo longe daqui.Aconteceram tantas coisas...
A mais importante, e também mais triste, foi a morte do meu sogro.
No início do ano ele descobriu estar com câncer no fígado, mas estava reagindo bem ao tratamento, então, para nós, foi uma surpresa tudo acontecer tão rápido.
Ele foi pastor na juventude, pregou pra multidões, curou em nome de Jesus.Mas, por um desses motivos que a gente nunca vai saber qual é, certo dia se afastou e ficou longe da igreja por mais de 20 anos.Coisas da vida.
E assim viveu uma vida desregrada, má-alimentação, vícios.Mas Deus nunca desampara aquele que um dia foi chamado por Ele.Nesse período em que estava doente, voltou a frequentar a igreja quando podia, orava com mais fervor, pediu cultos em sua casa.Parou de beber e também de fumar.Voltou a ter amizade com um velho conhecido,hoje pastor, que o ajudou muito.Foi se fortalecendo espiritualmente, mesmo que o corpo estivesse cada vez mais fraco.
No culto fúnebre não houve "desespero".Apenas paz e um conforto.Nos alegramos em saber que, para Deus, não há impossível.
Depois de 12 anos orando pela salvação de seu pai, meu marido agora está confortado.Pois ele agora, realmente, descansa.E nós nos esforçaremos para um dia encontrá-lo lá na glória, juntamente com o Pai.Para a vida eterna!

2 comentários:

Elker disse...

É maravilhoso ver que Deus não nos desampara mas ouve a todas as nossas preces que contribuem para a salvação nossa e dos nossos. Me uno a voce, querida, nesse momento difícil pela saudade, mas reconfortado pela certeza do céu. Grande abraço! Coragem!

Bianca Alonso disse...

Dri, Deus vai dar conforto à família de vcs, ao seu marido, e como vc disse, Ele não desapara quem uma dia chamou para perto Dele. A história do seu sogro é prova da Sua infinita misericórdia.
Deus te abençoe cada vez mais.
Um grande beijo.